Super Smash Bros. Ultimate ainda tem personagens para revelar (Fonte: Montagem/Reprodução)
Super Smash Bros. Ultimate ainda tem personagens para revelar (Fonte: Montagem/Reprodução)

Super Smash Bros. Ultimate ainda tem um personagem não identificado para o Fighters Pass. Além de um número indeterminado de personagens de DLC que aparecerão no futuro.

Mas é possível que uma mensagem enigmática no Twitter tenha revelado a identidade do personagem final do Fighters Pass. Ou uma escolha posterior para um slot da DLC.

A especulação começou quando o artista de voz Scott Menville publicou no Twitter falando sobre um projeto legal de narração em que ele estava trabalhando. Mas não pode revelar qual o projeto.

“Eu gostaria de poder falar sobre esse projeto legal de locução em que estou trabalhando, mas eles me fizeram assinar um NDA,
(Acordo de não divulgação)
ou como eu gosto de chamar, um
‘Não, não pergunte.'”

Especulações

Scott Menville trabalhou em vários desenhos ao longo dos anos. Incluindo alguns baseados nas propriedades da DC e da Marvel. Menville também trabalhou em alguns videogames e é por esse motivo que os fãs acreditam que o projeto secreto é Super Smash Bros. Ultimate.

Então, quem é a identidade do personagem em potencial? Um dos personagens que Menville já dublou é Lloyd Irving, de Tales of Symphonia, que começou como um título exclusivo do Nintendo GameCube, antes de ser transportado para outros sistemas um ano depois.

É possível que o projeto secreto de Menville não tenha relação com Super Smash Bros. Ultimate ou com os próprios videogames. Então nada está definido no momento. Mas o fato de Banjo-Kazooie e Terry Bogard terem entrado no Super Smash Bros. Ultimate significa que a Nintendo não está preocupada com a popularidade das escolhas de DLC no jogo. Então é perfeitamente possível que um representante da Tales possa entrar.

Tales of Symphonia

Contudo, Tales of Symphonia pode parecer uma escolha bizarra. Mas Lloyd pode estar representando a série como um todo, da mesma forma que Joker representa a série Shin Megami Tensei e Persona.

Tales of Symphonia foi um grande negócio no Japão, levando a uma sequência no Nintendo Wii e a vários livros, mangás e uma série OVA. A adição de Lloyd ao jogo atrairia principalmente a base de fãs japonesa. Ainda assim, sua inclusão provavelmente provocaria ira dos fãs internacionais. Especialmente porque a série Tales não é tão popular quanto outras franquias de RPG no ocidente.