Donald Trump / Wolfenstein: Youngblood (Fonte: Montagem/Reprodução)
Donald Trump / Wolfenstein: Youngblood (Fonte: Montagem/Reprodução)

Wolfenstein: Youngblood, lançado na semana passada para PS4, Xbox One, PC e Nintendo Switch. Mas parece não estar agradando muito. Pelo menos, é o que dizem as notas do game.

No momento desta publicação, a sua pontuação no Metacritic é consideravelmente mais baixa que a de Wolfenstein II: The New Colossus. e a pontuação da avaliação dos usuários é terrivelmente ruim.

Além disso, ninguém parece estar falando sobre o jogo. O que é bastante surpreendente, dado que é um Wolfenstein. Claro, é um spin off. Mas o spin off de 2015, Wolfenstein: The Old Blood, teve um pouco mais de burburinho quando foi lançado.

Contudo, se os gamers não falam sobre o jogo em geral, uma parte deles tem conversado sobre um momento do jogo que aparentemente zomba e ridiculariza o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A referência

Se você ainda não jogou Youngblood, explicaremos o que você precisa saber. Há uma variedade de colecionáveis, como cartas e trechos de jornais, que explicam a tradição do mundo do jogo. Mas se você conhece a franquia, nada de novo aqui.

No entanto, o novo game traz há uma nota referida como Carta de Rejeição da Editora, que mostra algumas referências muitas óbvias para o presidente estadunidense e seu esforço para construir um muro na fronteira dos EUA e do México:

“Herr Tritten,

Obrigado pelo seu inquerimento e interesse na Aryan House Publishing (Editora da Casa Ariana).

Nós escolhemos por não prosseguir com sua novela “The Great Wall” (O Grande Muro). Mesmo que a ideia de uma “enorme parede feita de concreto” protegendo as fronteiras do Reich seja um conceito interessante, a trama da novela é simplesmente implausível. Além dos erros gramaticais que enchem seu texto, há muitos furos no roteiro e inconsistências na sua escrita, tanto narrativamente quanto na história pregressa da protagonista. Nenhum leitor compraria a ideia de um simples vigarista ser eleito como líder do Reich, Mesmo com o fator da suspensão de descrença, nós tivemos dificuldades de acreditar que uma protagonista que parece tão pouco inteligente e incompetente seria capaz de conseguir mais do que limpar os banheiros de nossas instalações.

Por favor, não perca seu tempo nos mandando manuscritos futuros.”

Make Trump References Again

Esta não é a primeira vez que uma referência tão clara ao atual presidente dos EUA apareceu na franquia. Certamente que, no lançamento de Wolfenstein II: The New Colossus, a MachineGames e a Bethesda criaram controvérsias com sua campanha de marketing para o jogo.

Afinal, eles utilizaram do slogan “Make America Nazi-Free Again” (Faça a América Livre de Nazis Novamente), que é uma referência óbvia para o slogan de Trump, “Make America Great Again” (Faça a América Grande Novamente).