Minecraft na China
Minecraft na China. Imagem: mspoweruser.com

Os blocos virtuais da Microsoft atingiram uma marca digna de muralha da China. De acordo com a NetEase, editora chinesa do Minecraft, o jogo ultrapassou a marca de 200 milhões em território chinês. Todavia, a comunidade mod também está avançando, com mais de 25.000 mods de Minecraft, sendo criados por mais de 2.100 desenvolvedores na região. Esses mods foram baixados 1,36 bilhão de vezes, tornando a China uma das maiores bases de jogadores.

Além disso, a comunidade chinesa do jogo está trabalhando em vários projetos que recriam parte da arquitetura clássica do país. Ícones históricos, como a Cidade Proibida de Pequim propõe uma experiência interativa e quase turística. O National Architect & Cthuwork, responsável por parte desses feitos, passou mais de três anos recriando o Palácio Imperial dentro da Cidade Proibida, usando mais de 100 milhões de   blocos Minecraft em sua construção.

A equipe passou o tempo fazendo uma extensa pesquisa antes de construir na cidade no jogo. Eles recriaram com precisão o interior do palácio, permitindo que os jogadores explorem verdadeiramente a cidade em profundidade. Graças à impressão 3D, a recreação no jogo foi impressa e exibida no verdadeiro Palácio Imperial para os moradores locais e turistas verem.

Crédito: NetEase
Crédito: NetEase

Contudo, não é primeira vez que o game reconstrói lugares famosos. A Catedral de Notre-Dame em Paris, teve uma versão virtual feita pela estúdio Huanling.

Catedral de Notre-Dame, em Paris.  Imagem: planetminecraft.com
Catedral de Notre-Dame, em Paris. Imagem: planetminecraft.com