Rivais históricos em algumas áreas, Sony e Microsoft anunciam parceria para jogos em nuvem. Imagens Divulgação
Rivais históricos em algumas áreas, Sony e Microsoft anunciam parceria para jogos em nuvem. Imagens Divulgação

“Mantenha seus amigos por perto e seus inimigos ainda mais perto”. A frase dita pelo poderoso chefão pôde ser empregada nessa quinta (16) não somente por um, mas por dois poderosos chefões dos games.
Sony e Microsoft surpreendentemente anunciaram que farão uma parceria para atuar em “novas soluções baseadas em jogos em nuvem para experiência de jogos.

Kenichiro Yoshida, President and CEO, Sony Corporation, and Satya Nadella, CEO, Microsoft

Kenichiro Yoshida, President and CEO, Sony Corporation (esq), e Satya Nadella, CEO, Microsoft. Imagem: Divulgação.

Por enquanto ainda não está claro de que maneira essa parceria irá trabalhar com essa opção de jogos cada vez mais iminente.

E embora ainda não haja de fato um mapeamento preciso dessa parceria, a Microsoft procurou deixar uma pista:
Sob o memorando de entendimento assinado pelas partes, as duas empresas explorarão o desenvolvimento conjunto de futuras soluções em nuvem no Microsoft Azure para suportar seus respectivos serviços de streaming de conteúdo e jogos“.

“Além disso, as duas empresas explorarão o uso das atuais soluções baseadas em datacenter do Microsoft Azure para os serviços de streaming de conteúdo e jogos da Sony.

Ao que tudo indica, é provável que o PS5 possa apresentar jogos em nuvem equipados com o Microsoft Azure. Assim, ambas poderiam reunir seus recursos para criar uma solução de streaming compartilhada.

O combinado de esforços entre Sony e Microsoft vem com menos de dois meses após o anúncio do Stadia, serviço de jogos via streaming do Google.

E o Xcloud e o PS Now?

Pelos mais variados motivos possíveis, o que ambas empresas já investiram em tecnologia cloud ainda não embalou de fato.
Tanto a Microsoft com o XCloud quanto a Sony com PlayStation Now possuem seus diferenciais. Contudo,tais recursos de streaming ainda não são exatamente uma febre.

Originalmente parecia que esses serviços seriam concorrentes. Esse ainda poderia ser o caso. No entanto, essa nova colaboração também significa que eles poderiam compartilhar no futuro parte do mesmo DNA tecnológico.

E assim como toda notícia que é divulgada nessa época, tudo fica na promessa de ser detalhado na E3. Pelo menos da parte da microsoft, já que a Sony não irá ao evento esse ano.