Uma das primeiras propagandas anunciando o lançamento do Mega Drive no Japão. O garoto-propaganda na imagem é Seiko Ito, um conhecido escritor/cantor/artista no Japão.

Um dos videogames mais queridos de todos os tempos trintou essa semana.   Foi em um dia 29 de outubro de 1988 que o Mega Drive chegava às lojas do mercado japonês. E à partir dali, o console voaria do arquipélago direto para os lares do mundo todo, marcando gerações.

O desenvolvimento do projeto Sega Mark V (que mais tarde se chamaria Mega Drive) começou por volta de 1986, seguindo os lançamentos do SG-1000, SG-1000 II e o Sega Mark III – que viria a se tornar o Master System (o SEGA MARK IV foi uma reformulação do do mesmo).
Definido o projeto, o console foi lançado no Japão para as vendas de fim de ano ao preço de 21.000 ienes (R$685,48 lá. Sobre o valor aqui… é melhor focar o texto na saudade.)

Streets of Rage| SEGA libera de graça versão clássica para celular

Reunindo uma série de atributos que iam do seu elogiadíssimo design até sua placa, o Mega Drive contava ainda com Sonic. O marrento e super veloz ouriço azul era um mascote original que veio com os dois pés o peito de Mario Bros, até então o único bigode grosso naquele segmento. Ambos os mascotes travaram batalhas épicas por anos. E embora muitos acreditem que Mario foi mais longe, não é incorreto dizer que ambos são vencedores.

Para os analistas, o console marcou época porque tinha pretensões ambiciosas para o mundo dos games. O objetivo era simplesmente trazer a experiência do fliperama para dentro de casa. Ousadíssimo, mas graças a jogos como Altered Beast e Golden Axe, a missão foi concluída com êxito por anos.

E ainda que trintão, o tio Mega Drive continua vivo, não só na memória dos gamers, como também nas prateleiras.  Uma edição clássica do console pode ser adquirida no site da TecToy e em lojas conveniadas ao valor atual de R$379 reais.    O clone acompanha ainda um joystick (retrozão também), cartão SD com 22 jogos, expansível até 594.

E embora existam muitos emuladores, os veteranos dirão que jogar em um desses vai ser sempre mega melhor.  Dessa forma, o Observatório dos Games deseja muitos continues ao Sensei Mega Doraibú.