Paper Beast
Imagem: Pixel Reef

O grande trunfo e objetivo do game Paper Beast, criado pela Pixel Reef, é fazer com que o jogador se sinta como se fosse o primeiro explorador de uma terra virgem. É dessa forma que o jogo foi criado: como uma jornada por uma vida selvagem única onde nenhum ser humano jamais pisou. E isto não é uma chamada de Star Trek.

O jogo leva você a descobrir a fauna e a flora criadas em papel de origami, metal retorcido, corais, entre outros. Alguns elementos parecem familiares, como a água e a areia, enquanto outros são mais surreais, como as criaturas.

Enquanto avança no jogo, você resolve puzzles e obstáculos, descobrindo muitas surpresas. As criaturas ajudam o jogador a progredir em sua odisseia de modo intuitivo, sem uma palavra, pois a narrativa do jogo é não verbal. A primeira vista, isto pode até parecer um tanto chato, mas lembramos que outros games como Journey fizeram muito sucesso entre os gamers por utilizar este estilo em seu roteiro.

Qual o objetivo de Paper Beast?

Você tem um objetivo em comum com esses animais: progredir e evoluir nesse mundo. Vocês formarão um laço profundo à medida que interagem e viajam juntos. É dessa forma também que a Pixel Reef, desenvolveu os níveis: como uma jornada, uma migração.

O desafio foi criar um ambiente selvagem crível. Graças a simulação física de locomoção desenvolvida pela empresa, os animais se movem como se tivessem músculos e ossos. Essa tecnologia é o cerne da jogabilidade: a engine calcula o movimento das criaturas em tempo real para permitir que reajam a todas as ações do jogador. Elas também adaptam seus movimentos de acordo com o terreno e os obstáculos no caminho.

No trailer abaixo, é apresentado como o jogador pode manipular o terreno para resolver certos puzzles, como atrair uma criatura para que o ajude a construir uma barragem de areia sobre a água. O chão e os diversos elementos se adaptam automaticamente às ações do jogador. Tudo é calculado em tempo real pela engine do jogo. Uma das coisas que você pode perceber no vídeo é que ao mover uma bola de areia, ela vai deixando uma trilha no chão.

O foco do vídeo é em uma parte do jogo na qual o jogador ajuda criaturas de metal a escalarem uma encosta escorregadia. O jogador usa a areia e as plantas próximas para movê-los, manipulando o ambiente para ajudá-las a progredir. Quando alcançam seu destino, as criaturas usam o fruto da árvore para ir embora voando, sugerindo ao jogador o modo de continuar a aventura.

A aventura que você está prestes a viver é única, cheia de eventos surpreendentes e inesperados. É por isso que Paper Beast é uma verdadeira odisseia para VR. Fica a dica!