A oitava expansão do game World of Warcraft foi anunciado agora a pouco durante a BlizzCon 2019 com um espetacular vídeo, que levou Sylvanas Windrunner a Icecrown e onde está Bolvar Fordragon segurando o poder do Lich King. Em 2020, os jogadores serão convidados a mergulhar nas Shadowlands, uma versão de Azeroth no pós-vida.

Podemos contar com cinco novas zonas em World of Warcraft: Shadowlands, de acordo com o comunicado da Blizzard durante o seu evento: “Os brilhantes campos de Bastion, os terrenos de batalha de Maldraxxus, o eterno crepúsculo de Ardenweald, as opulentas torres de Revendreth e o horrífico Maw.”

World of Warcraft: Shadowlands vai introduzir um novo sistema de leveling, que tem o objetivo de dar aos jogadores uma renovada sensação de conquista em cada nível alcançado. Os jogadores que estão atualmente em nível máximo vão começar Shadowlands em nível 50, sendo que terão de progredir até ao novo máximo, nível 60.

Sobre o jogo

A edição base inclui World of Warcraft: Shadowlands com acesso antecipado aos Cavaleiros da Morte das Raças Aliadas e dos Pandarens a partir da atualização de conteúdo Visões de N’Zoth.

A Heroic inclui tudo que o vem na Base Edition mais acesso instantâneo a um Upgrade de Personagem para o Nível 120 e à montaria voadora Serpeterna Enfeitiçada. A montaria voadora dá início a uma missão cuja recompensa é o conjunto de transmogrificação Vestimenta do Viajante Eterno.

Finalmente, a edição Epic inclui tudo o que vem na Heroic Edition mais 30 dias de jogo, a mascote Morelita de Ânima, uma Pedra de Regresso com o efeito do Viajante Eterno e um efeito cosmético para a sua arma: a Ilusão: Frio Espectral. Assim como as outras Ilusões, não será possível aplicar o Frio Espectral em determinados tipos de arma.