Street Figher vs Mortal Kombat
Imagem: Divulgação

A Capcom confirmou que houve conversas sobre fazer algum tipo de crossover entre sua franquia Street Fighter e os jogos Mortal Kombat da NetherRealm Studios. Mas a empresa japonesa tomou uma decisão coletiva de recusar a oportunidade.

Em uma nova entrevista com o produtor da Capcom, Yoshinori Ono para a Eurogamer, o antigo produtor de Street Fighter compartilhou os detalhes por trás dos motivos de a colaboração entre Street Fighter e Mortal Kombat não ter se concretizado.

“É verdade que uma proposta para um personagem de Street Fighter no Mortal Kombat foi rejeitada pela Capcom”, diz Ono. “Mas não fui eu pessoalmente!” Em vez disso, Ono disse que “havia muitas pessoas na Capcom que achavam que não era um bom ajuste para os nossos personagens”. Quando pressionado para obter detalhes, Ono disse que uma “grande preocupação” para a Capcom era que as duas franquias simplesmente não se misturassem, ou não dessem liga.

E esta resposta é realmente um fato. O game Street Fighter está mais focado em um mundo de artes marciais superpoderoso ao estilo anime, enquanto o de Mortal Kombat é mais sombrio e voltado para o horror. No entanto, isso não significa que a Capcom não esteja impedida de fazer colaborações no futuro.

“Não descartamos necessariamente nada”, disse Ono. “Tivemos nossa parcela de crossovers ao longo dos anos como Marvel vs. Capcom, Tatsunoko vs. Capcom, etc. Não deu certo dessa vez, mas a Capcom está interessada em fazer esse tipo de coisa. Se conseguirmos algo com que nos sintamos bem, poderemos avançar rapidamente para que isso aconteça.”

Portanto, mesmo que Street Fighter e Mortal Kombat nunca estejam destinados a se encontrar, a Capcom já é conhecida por colaborações e está aberta a mais no futuro. Enquanto isso, Mortal Kombat 11 é um dos jogos mais vendidos de 2019, enquanto o Street Fighter 5 se recuperou de um lançamento difícil com o bem recebido Arcade Edition.