Vamos a nossa dica e review de Battle Princess Madelyn, um jogo no estilo arcade, criado pela Casual Bit Games, que conta a história de Madelyn e seu cão de estimação fantasma. No game, os personagens citados partem partem em uma jornada para salvar seu reino e família das garras de um bruxo malvado.

O game é uma homenagem ao clássico Ghosts’n Goblins e sua sequência Ghouls ‘n Ghosts. Os games foram lançados no ano de 1985 e 1988 pela toda poderosa Capcom.

Acima o jogo original de 1985 e sua sequência abaixo de 1988.

Ghosts’n Goblins era um dos melhores games da década de 1980. Isso tudo graças ao alto nível de dificuldade, jogabilidade divertida e humor com temas sombrios. Ele é colocado até os dias de hoje como o um dos mais difíceis de todos os tempos. E realmente era um verdadeiro papa fichas.

Uma das partes mais engraçadas do game era o personagem principal, Arthur, iniciar com uma armadura e a cada dano sofrido começava a perder partes de sua vestimenta até ficar de samba calção. O jogo ainda é tão famoso, que Arthur, sua versão mais jovem, está no Marvel vs Capcom Infinite.

Arthur

Battle Princess Madelyn não é uma sequência de Ghosts, nem um sucessor “espiritual“, mas sim uma homenagem graças a filha de seu criador. “Quando Madelyn, a filha do diretor criativo Christopher Obritsch quis estar no Ghouls ‘n Ghosts e lutar contra o ‘Green Head’, ele disse que se tratava do jogo de outra pessoa — mas disse que poderia fazer um para ela que fosse parecido. ‘Mas garotas não podem ser cavaleiros, papai. Apenas garotos…’ ela disse, o que ele respondeu ‘Pshh… De que que cor você quer que seja a armadura?’ A resposta foi rosa. E foi assim que a criação do jogo começou.”

O game é realmente envolvente e com duas opções, o Modo História e o Arcade. Os dois possuem diferenças, não focando apenas em deixar o modo história sem suas aberturas.

Arcade

No Arcade, o jogador poderá fazer alguns movimentos, como o pulo duplo, ter mais monstros, do que no modo história. Isto não transforma o Arcade em um jogo mais desafiante, mas sim entregar uma experiência diferenciada do game. E realmente consegue isso. Com o mesmo cenário e inimigos iguais , mas em uma versão bem mais rápida, as armaduras, armas e ataques são variados, mudando muito a jogabilidade.

História

Já no modo história, a ideia é realmente aproveitar o jogo com calma. Além das missões serem mais elaboradas, é cheio de itens especiais escondidos pelas telas, que abrem missões escondidas e alguns bônus. Os chefões são complicados de derrotar, com momentos certos para o ataque e alguns até possuem armas específicas para combatê-los.

Battle Princess Madelyn
Battle Princess Madelyn | Imagem: Casual Bit Games

Dificuldade

O desafio é realmente empolgante e tão difícil quanto Ghosts’n Goblins. Uma das novidades prometidas pela produtor é contar com um sistema de dificuldade adaptativa, ou seja, como o nome diz, adaptar ao estilo do jogador.

O melhor amigo do homem e da mulher

O cachorrinho que acompanha a protagonista, é como se fosse um nível extra de energia da princesa. A cada dano sofrido, além de perder sua armadura – não, ela não fica de roupas íntimas – , a personagem irá perdendo sua vida e quando chega ao fim, é a energia do pet que a traz de volta. Sua função basicamente é esta, não precisando ser protegido por nossa heroína, pelo menos até o ponto em que o game foi explorado.

Battle Princess Madelyn
Battle Princess Madelyn | Imagem: Casual Bit Games

8 Bits raiz

A animação e arte são o verdadeiro estilo 8 Bits. Felizmente dos bons jogos, onde as paletas não se misturam e dá para distinguir o que são itens, inimigos e magias. As partes introdutórias, servem além de situar o jogador onde ele está na mudança de nível, em poder dar uma parada e descansar seu dedo. Lembra outros games como Golden Axe, Knights of the Round, Megaman, entre outros.

Battle Princess Madelyn, resgata os clássicos de 8 Bits de maneira perfeita, com um bom enredo, boa jogabilidade – até mesmo as falhas e demoras do controle em responder nos pulos – , desafios que empolgam em vez de irritar e sua maneira viciante de querer continuar a jogar. O jogo pode ser encontrado na Steam.