Minecraft. Imagem: Divulgação
Minecraft. Imagem: Divulgação

Se de grão em grão a galinha enche o papo, de bloco em bloco a Minecraft enche bolsos. Trocadilhos à parte, a Microsoft e Mojang, desenvolvedora do jogo, tem muito que comemorar com o game. Isso porque as empresas revelaram essa semana que o game já vendeu até hoje nada menos que 176 milhões de unidades.

O número simplesmente pode colocar o game no patamar de jogo mais vendido de todos os tempos. Os números contabilizam todas as plataformas onde o jogo já foi ou é disponibilizado, inclusive PlayStation.

E embora as plataformas posteriores a original tenham tido seu peso nessa contabilidade, o destaque ainda fica com o PC. A plataforma vendeu cerca de 30 milhões de unidade, ou seja, quase 20% do total.

Todavia, o game só não pode ostentar com total certeza o topo da lista de mais vendidos justamente por conta de outros game de blocos: TETRIS.
O game de origem russa, além de seus 35 anos (20 a mais que Minecraft), possui uma variedade de categorias que dificulta a contabilidade. Muito provavelmente deva ter o record, o que não diminui em absoluto a comemoração em questão.

jogo russo de bloquinhos também conta com dezenas de variantes, o que tornam os cálculos mais complexos. Ainda sem falar que ele tem  “direitos livres” na Rússia. A confusão é grande. Mas, individualmente, não tem pra ninguém. Minecraft é rei.

Todavia, os blocos de Minecraft não vão parar de se empilhar por aí.
A Microsoft anunciou nessa sexta-feira (17) o Minecraft Earth, um jogo de realidade aumentada onde as pessoas podem construir todo tipo de criações em blocos, enquanto caminham pelas ruas. O game promete ser uma nova febre dentro dessa proposta de interatividade real-virtual.