Foi bom enquanto durou, PS Vita. (Foto: Divulgação)

A produção de PS Vita chegou ao fim. De acordo com a Sony, todos os pedidos do portátil foram quitados e o produto não será mais fabricado. Dessa forma, encerra-se um ciclo de sete anos. Ciclo esse que não alcançou às expectativas almejadas pela empresa, já que o console nunca foi um sucesso em vendas.

Em 2018, a Sony já havia confirmado o fim do PS Vita, no entanto, nenhuma data oficial fora divulgada pela empresa. Portanto, o 1º de março ficará eternizado como “a data que o console portátil da Sony entrou em extinção”. De fato, o aparelho não atraiu os olhares de usuários e muito menos de desenvolvedores. Durante os sete anos de existência, foram lançados pouco mais de 1.100 jogos para a plataforma.

Leia também: PS Vita | Sony anuncia fim do portátil

Além disso, o número de vendas também não agradou a Sony. Até aqui, cerca de 16 milhões de PS VITAS foram comercializados no mundo todo. Só para exemplificar: O PS4 vendeu mais de 13,7 milhões de unidades apenas no seu primeiro ano de vida, em 2013. De fato, a chegada da quarta geração de consoles acabou fazendo com que os consumidores deixassem o portátil de lado.

É provável que a Sony dê um tempo na criação de consoles portáteis. De acordo com Hiroyuki Oda, vice-presidente da empresa, não há previsões e nem intenções de se produzir um novo console do gênero. Assim, o console portátil da Sony sai de fabricação, mas ainda permanece com alguma atividade nas mãos de mais de 13 milhões de jogadores.