Red Dead Redemption 2
Imagem: Rockstar

Há um motivo simples para se preocupar com Red Dead Redemption 2 no PC: a Rockstar cria alguns dos mundos abertos mais bonitos dos jogos, e eles têm a melhor aparência no PC. Em termos de história, é um jogo sobre foras da lei tentando encontrar estabilidade e um senso de família em um mundo violento e caótico. É também um jogo sobre andar a cavalo pelo pôr do sol, jogar pôquer em bares com muita luz e brigar com bêbados em avenidas enlameadas.

Para iniciar esta review, ainda mais por se tratar de um game para o PC, é necessário falar sobre a parte técnica. A compilação foi executada em sólidos 60 quadros com resolução 4K em uma mistura de configurações gráficas de média e alta. Esta versão apresenta iluminação aprimorada, o que significa muitos adoráveis ​​raios nas áreas do mapa. O mosaico aprimorado significa terrenos mais detalhados e lama extremamente convincente. A distância de tração aprimorada significa que você pode ver as luzes brilhantes de Saint Denis à noite a quilômetros de distância. Também há toques menores, como por exemplo, agora podemos conferir sombras mais longas enquanto o sol se põe.

Além disso, podemos capturar esses detalhes em um novo modo de foto, que é um ótimo complemento para um jogo determinado a criar uma sensação de espetáculo cinematográfico. O jogador pode mover a câmera até 25 metros do seu personagem, inclinar, dar zoom, fazer uma panorâmica, alterar o foco e escolher entre uma variedade de filtros.

De uma maneira geral, estas atualizações aprimoram a atmosfera melancólica do Red Dead Redemption 2. Em uma parte, entrei em Saint Denis e passei pela primeira pessoa, depois de quase ser atropelado por um bonde, fui até um bar e pedi um uísque. A clientela próspera murmurou comentários sobre minha aparência enquanto eu passava, e de repente me lembrei de que não tinha me lavado desde a minha luta enlameada em Valentine. A atenção da Rockstar aos detalhes vai além dos painéis de madeira finamente texturizados neste salão liso. Onde quer que eu seguia, os NPCs me notavam, murmurando “bom dia” na trilha, alertando-me para não causar mais problemas depois de brigas na rua entre outros assuntos.

Explorar em primeira pessoa é muito melhor no PC, graças simplesmente ao mouselook bem implementado. Os controles do teclado são lentos propositadamente, aparentemente para dar às suas ações uma sensação de peso adequada ao ritmo metódico do Red Dead Redemption 2. É ótimo poder olhar rapidamente para onde desejamos, sem arrastar a visão com um bastão. Isso também significa que você pode jogar como um FPS legítimo. Naturalmente, o jogo desativa a mira automática do teclado quando começamos a jogar com o mouse, e podemos alternar livremente entre o mouse e o teclado, ou se preferir andar a cavalo com um controle.

O jogo será lançado com alguns extras e podemos dizer que estamos muito empolgados com a adição de três novas missões de caça a recompensas, uma das quais pede que você capture um homem chamado Bart Cavanaugh vivo ou morto de seu campo de foras-da-lei. Existem alguns novos esconderijos de gangues para invadir, novos mapas do tesouro, novas armas, sendo algumas portadas para o singleplayer de Red Dead Online, e lógico, adoráveis ​​novos cavalos.

A Rockstar confirmou que Red Dead Online estará disponível para PC no lançamento, e isso pode acabar sendo a parte mais fascinante do lançamento. Por tudo que deu para conferir até aqui, o que foi mostrado no universo de Red Dead Online, o game tem um potencial enorme, mas esse potencial ainda não foi totalmente explorado no console. Demorou mais ou menos um ano para o GTA Online poder se tornar o que é, e se Red Dead Online puder fazer o mesmo, podemos afirmar que que o jogadores passarão muito tempo no triste mundo dos cowboys.

Red Dead Redemption 2 chega aos PCs no dia 5 de novembro.