The Lion King (Fonte: Reprodução)

Disney’s Aladdin e o Lion King Classics Pack finalmente foi lançado e, depois de 25 anos, podemos confirmar que The Lion King realmente foi difícil como lembrávamos. E não ficou mais fácil com os anos.

Os desenvolvedores perceberam que todos os jogadores realmente querem que os títulos que amavam quando crianças fossem relançados nos consoles atuais. Spyro, Final Fantasy VII, MediEvil: todos esses jogos foram ou estão em processo de serem refeitos, remasterizados e relançados. O problema é que, em alguns casos, parece que os desenvolvedores tornaram os jogos mais difíceis. Por exemplo, The Crash Bandicoot N. Sane Trilogy.

Os jogadores estavam convencidos de que os jogos remasterizados eram mais difíceis, e os desenvolvedores acabaram admitindo ajustar o mecanismo de salto do jogo, tornando-o mais difícil do que nos anos 90. E isso só fez com que o game de O Rei Leão ficasse mais complicado.

Momentos depois de superar a excitação em torno da notícia de que o jogo estava sendo remasterizado, fomos levados de volta à nossa infância. Começamos a repetir o que poderia ter sido o jogo mais difícil que já enfrentamos. O nível em que os jogadores foram encarregados de guiar o pequeno leão até uma cachoeira e, é claro, o temido nível de macaco.

Simba cresce à medida que você avança no jogo e poucos podem dizer que realmente lembram de vê-lo crescer. Existiu até um mito urbano nos Estados Unidos de que os desenvolvedores tornaram o jogo tão difícil quanto garantir que os jogadores não pudessem concluí-lo durante o período de locação da Blockbuster, forçando alguns deles a comprar o jogo imediatamente.

Contudo, graças à função de rebobinar incluída na versão remasterizada (que vem tomando conta dos games antigos, como podemos ver pelos clássicos online do Switch) o jogo ainda pode ser tão difícil. Mas podemos ter tantas tentativas quanto necessário para passar pelas partes das áreas mais desafiadoras.

Apesar do game ser tão difícil quanto lembramos, os desenvolvedores que o atualizaram e o relançaram insistem que querem que o jogo seja o mais acessível possível. O PlayStation.blog relata que os desenvolvedores disseram que querem que todos que compram os jogos não apenas os apreciem, mas também possam concluí-los. Faz sentido, já que o aluguel de jogos da Blockbuster não é mais um problemas.