Contra: Rogue Corps, clássico da Konami está de volta! E será que vale a pena?

Dois anos após o fim da chamada “Alien Wars”, Damned City renasce no campo da última batalha. No meio do caos, surge um grupo de mercenários. Podem não ser os típicos heróis, mas estão aqui para salvar o mundo… ou durante o percurso, ficarem mais ricos!

Este é o enredo do novo game de Contra: Rogue Corps, que segue uma linha de história mais cômica, prometendo muita ação.

O game até possui essa ação, como pode ser observado pela gameplay, mas infelizmente para aí.

Contra Rogue Corps mais parece um jogo feito para smartphones, do que realmente o PS4 ou até mesmo aproveitar o poder do Nintendo Switch.

Seus gráficos são coloridos, mas com falhas de renderização, pontos serrilhados, parecendo que foi “esticado” e explosões muito estranhas.

Os efeitos das chamas, explosões, entre outras, são muito ruins, parecendo terem sido feitas exclusivamente para mobile e depois ganharem uma versão para outros consoles mais potentes.

Os efeitos das chamas, explosões, entre outras, são muito ruins, parecendo terem sido feitas exclusivamente para mobile e depois ganharem uma versão para outros consoles mais potentes.

Além disso a jogabilidade do personagem lembra demais os arcades da década de 1980 e início de 1990, quando nosso “bonequinho” não conseguia atirar em 360º corretamente. E nem para cima ou para baixo.

E é praticamente assim que controlamos um dos personagens. Outra falha é na câmera, que muitas vezes mais atrapalha do que ajuda, principalmente quando finalizamos algum boss.

Os gráficos lembram games de sobrevivência dos mobile e a movimentação do personagem não ajuda na hora de combater os inimigos.

Mas não e só de pontos negativos que o jogo vive. Ele é sim divertido, principalmente se esquecer o seu título: Contra.

A ação acontece, existem muitas coisas para serem destruídas no cenário, inimigos interessantes e personagens engraçados que nos fazem até querer jogar um pouco mais.

Mas infelizmente, estamos falando de Konami e Contra. E era muito mais esperado de uma das principais empresas do setor para entregar um game com um histórico tão forte entre os fãs, ainda mais de um título que serviu como base para tantos outros.

O jogo leva 2 fichas de 5.

Game cedido pela Konami. Gameplay by Projeto Electrosphere.